Dusseldorf: o que fazer em um dia

Por Daniel Courtouke

Jornalista formado e jogador de futebol frustrado, Daniel Courtouke dá seus pitacos e dicas no Viagem 0800 sobre as viagens que fez. Como bom pão duro que é, procura sempre mostrar os atalhos mais econômicos das viagens que faz.

Vira e mexe a gente fala aqui no Viagem 0800 sobre destinos ou roteiros que não são tão conhecidos e visitados como deveriam.

E Dusseldorf, na Alemanha, é um deles… só que com a vantagem que muita gente já acaba passando pela cidade por conta das diversas feiras que ocorrem durante o ano.

A cidade possui muitas atrações turísticas ao mesmo tempo bonitas e interessantes que acabam surpreendendo muita gente que não botava tanta fé no destino.

Se você resolver dar uma chance pra Dusseldorf e passar ao menos um dia por aqui, a gente garante que este roteiro aqui não vai decepcionar.

Dusseldorf no seu roteiro de viagem

vista da torre de dusseldorf

Vista de cima da torre de tv de Dusseldorf

História, gastronomia, ruínas e modernidade fazem da cidade um prato cheio para o visitante. Olha só:

Conheça o Castelo de Benrath

jardim do castelo de benrath com o castelo ao fundo

O Schloss Benrath é o castelo da cidade e fica em uma área um pouco mais afastada. Saindo do centro, são mais ou menos 25 minutos de metrô para chegar lá com a linha U71 (você vai ver que tudo é bem pertinho por aqui).

O castelo por si só já é bonito, mas o jardim em volta e o lago na frente fazem do lugar um ponto de referência para fotografar noivas e noivos, de tão bonito que é.

Você pode fazer uma visita guiada pelo castelo se quiser, mas o que não dá pra deixar de fazer mesmo é passear pelo parque e jardim e admirar a vista para o castelo de todos os jeitos.

Na volta, pare na estação Schadowstrasse. É lá que se inicia a sua jornada de compras. 😉

A rua é basicamente um shopping a céu aberto. E tal qual em um shopping center, é difícil caminhar por lá aos sábados sem se esbarrar em alguém. Se você precisa comprar alguma lembrança pra família, opção não vai faltar por ali.

Dica inusitada:

Vale muito a pena conhecer as novas estações de metrô de Dusseldorf. Levaram muitos anos para serem construídas e tem um aspecto mega moderno, como essa da foto aí embaixo, que representa uma nave espacial.

A Schadowstrasse desemboca em um dos lugares mais modernos de Dusseldorf, cheio de prédios com design arrojado. Um deles é o Breuninger, que é uma loja de departamentos para gente refinada.

Ao lado do Breuninger há um lago bem bonito de frente para um parque e para o Steigenberger Hotel, que fica num prédio bem imponente.

roda gigante azul em dusseldorf, alemanha

Muita gente circula naquela região, seja para praticar esportes, alimentar os patos e gansos ou para apenas tomar um café.

Continuando a pé mesmo você chega na outra rua de compras de cidade, a chamada Kö (faça um biquinho ao pronunciar o “o”).

Caminhe pela Königsallee

rio cercado de árvores em dusseldorf

Essa é a Champs Elisé de Dusseldorf – só que nem tão chique e ainda mais bonita, pois a avenida é dividida por um rio e muitas árvores, o que faz com que muita gente passeie lá por razões menos consumistas do que o esperado.

Vale a visita por qualquer motivo que seja. E não deixe de tirar uma foto das árvores se fechando sobre o rio, é uma vista linda!

De lá, siga rumo à Cidade Antiga (Altstadt, em alemão). Dá pra ir a pé de novo, juro!

Cidade Antiga (Altstadt)

Basicamente foi nessa área que Dusseldorf surgiu. Tem muita coisa pra ver ali e você vai voltar de noite pra provar um pouco da vida noturna (leia-se cerveja) da cidade.

Um dos poucos dias de céu azul nesse outono maluco de Düsseldorf… #viagem0800

A photo posted by Viagem 0800 (@viagem0800) on

Por ora, como você já deve estar com fome, dê uma passada no Schwan para provar algum prato tradicional alemão e fazer uma pausa no roteiro.

Minha sugestão é o Schnitzel, que é um porco empanado servido com batatas assadas.

Atrás do restaurante fica o Düssel, um pequeno riacho que serviu de origem ao vilarejo, que hoje é a cidade de Dusseldorf.

Como o significado da palavra Dorf é “vila”, já deu pra entender de onde vem o nome da cidade, né!

Duas quadras dali você encontra a igreja St. Lambertus, que é curiosa por ter uma torre torta. A história dessa torre é assim: quando erguida pela primeira vez, era originalmente reta.

Depois de um incêndio em 1815, tiveram que reconstruir a torre, que acabou trabalhando muito e ficou torta porque a madeira utilizada estava úmida.

imagem mostra igreja de st lambertus

Kaiserswerth

Na parte da tarde, não deixe de dar uma esticada até Kaiserswerth, que é  um bairro um pouco mais afastado com cara de cidade pequena. Pegue o U79 e pare na Klemensplatz.

dusseldorf o que fazer kaiserswerth

É lá que ficam as ruínas de Kaiserpfalz, que serviu como sede temporária do Império Romano. O bairro só se  tornou parte da cidade em 1929. Até lá, acabou sendo dominada por espanhóis, franceses e até por mesmo por Colônia, rival histórica de Dusseldorf.

O lugar é muito bonito não só pelas ruínas, mas também pelas construções e ruas bonitinhas que você encontra nas redondezas.

Quer saber como visitar o Castelo da Cinderela? Confira nossas dicas!

Procurando um roteiro de um dia em Berlim? Saca só!

Medienhafen

Depois de um bom banho e de descansar um pouco no hotel, é hora de conhecer um pouco do lado moderno da cidade. Vá para o Medienhafen.

Existem três coisas que você precisa ver e experimentar por ali:

Subir na torre de tv

vista do alto da cidade de dusseldorf

A Rheinturm é a torre de TV e está aberta à visitação. A subida (de elevador, é claro), custa 6 euros. Lá em cima existe um bar e restaurante em que você pode tomar uma cervejinha com a melhor vista da cidade.

Prédios inclinados

roteiro-dusseldorf-predios-inclinados

É lá também que ficam os famosos prédios inclinados, criados pelo arquiteto americano Frank O. Gehry. Ao todo, são três prédios totalmente diferentes mas com a impressão de estarem tortos. É um ponto turístico da cidade e também um lugar que reúne muita gente durante a noite por conta da fama gastronômica do lugar.

Restaurantes

prato com comidas típicas da Alemanha

Escolha um restaurante moderno para experimentar algo novo!

Aqui vão três opções por ali:

Böser Chinese

Várias opções de macarrão, frutos do mar e rolinhos primavera.

Mongos

Comida da Mongólia, com várias opções de carnes exóticas, como camelo, jacaré, etc.

Meerbar

Frutos do mar.

Altstadt – Cidade antiga (parte 2)

Pra fechar a noite e o passeio com chave de ouro você precisa voltar mais uma vez à Cidade Antiga.

Se ainda tiver fôlego, volte caminhando do Medienhafen pela calçada que beira o rio Reno.

Rheinpromenade

vista do rio reno a partir de uma escadaria em Dusseldorf, alemanha. COntra o sol está uma mão segurando uma cerveja

A Rheinpromenade, que é a orla de Copacabana de Dusseldorf, é sempre bem agitada durante a noite, atraindo casais apaixonados, gente passeando com o cachorro, andando de bicicleta.

Ali também fica uma escadaria de frente para o Reno, que é o melhor ponto para assistir ao pôr-do-sol tomando uma boa cerveja.

Cerveja Antiga

Altbier é o tipo de cerveja que faz sucesso em Dusseldorf e é o orgulho da cidade. Isso não pode faltar no seu roteiro de jeito nenhum! Existem várias cervejarias que fabricam e vendem essas cervejas ali mesmo na Altstadt. Escolha uma (ou mais) nesse post e saboreie uns copos!

schumacher

Bölkerstrasse

Se o clima for realmente de festa, não deixe de passar pela Bölkerstrasse, que é uma rua cheia de bares e que é conhecida como o maior bar do mundo. Aos sábados, é tanta gente na rua – mesmo em dias frios – que fica difícil andar de um bar para outro.

Ratingerstrasse

Agora, se for quarta-feira o seu endereço para festar é a Ratingerstrasse, que reúne muita gente mesmo pra tomar Altbier na rua, mesmo quando é frio. Ali, os carros mal conseguem passar, tal é o tamanho da muvuca.

E mais:

10 lugares que você não pode perder na Alemanha

E aí, curtiu o nosso roteiro? Deixe seu comentário pra gente!

Você Também Pode Se Interessar Por:

26 Comentários
  1. Joyce Borges

    Quantos dias para fazer esse roteiro?

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Oi, Joyce. Tudo depende do ritmo de viagem que você quiser aplicar. Se tiver disponibilidade, acho que esse roteiro pode ser dividido em dois dias para ir com mais calma. Se vier no verão, vale a pena fazer em 3 dias e aproveitar para conhecer os belos parques da cidade.

      Responder
  2. JOHNSON NUNES DE MENEZES

    ótimas dicas. Um dia eu vou nessa bela cidade.

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Que legal que gostou, Johnson! Quando vier, com certeza irá adorar a cidade!

      Responder
  3. Priscilla

    Bom dia Daniel,
    Estamos nesta linda cidade e gostaria de ter recomendação de bons restaurantes perto do Kö.
    Queremos provar o prato típico que v descreveu.
    Obrigada pelas ótimas dicas,
    Priscilla

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Que legal, Priscilla! A Altstadt fica pertinho da Kö e tem muitas opções para experimentar os pratos típicos alemães. Na Rattingerstrasse tem a Brauerei im Füchschen e na Bölkerstrasse fica a cervejaria Zum Schlüssel! Lá tem bons Schnitzel e joelho de porco 🙂

      Responder
  4. Murilo

    Obrigado pelo roteiro, estive nessa bela cidade com amigos e suas dicas foram muito úteis!

    Responder
  5. Camila Masullo martinhão

    Ótimas dicas!
    Vou agora mesmo passear.
    Obrigada!

    Responder
  6. Daniel Souza

    Daniel, vou para Dusseldorf à trabalho mas terei dois dias por minha conta. Você tem algum Hostel para recomendar com bom custo benefício? Terei dois dias inteiros (sexta e sábado) e retornarei ao Brasil no Domingo à noite.

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Daniel, o Hotel Friends tem um bom custo-benefício. Fica próximo da Hbf, é muito bom e geralmente sai em conta.

      Responder
  7. Rayanne

    Adorei as dicas Daniel! Estou indo para Amsterdã e estou pensando em dar um pulo em alguma cidade da Alemanha, q são próximas do meu roteiro original. Você acredita que Dusseldorf é melhor do que Colonia, ou até mesmo Frankfurt? È uma viagem para dois.
    Obrigada!

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Que bom que gostou, Rayanne. Então, Colônia é uma cidade maior, cheia de estudantes e com um jeito mais de boa, enquanto que em Dusseldorf as coisas são mais arrumadinhas e modernas. Nas duas cidades tem muita coisa histórica pra ver, mas eu diria que o diferencial de Colônia é uma vida noturna mais agitada e a Catedral Kölner Dom que é fantástica mesmo.

      Responder
  8. Henrique Farias

    Daniel estou de passagem aqui em Colônia e gostaria de dicas e saber se vale a pena conhecer Düsseldorf, que fazer e se um dia é suficiente.

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Henrique, vale a pena sim! Pode vir que não vai se arrepender 🙂
      O roteiro do texto acima é viável pra um dia inteiro.

      Responder
  9. Fernando Ferreira

    A Alemanha tem imensas cidades interessantes, umas grandes outras nem tanto. Dusseldorf é a capital do estado mais rico e populoso do País – a Renânia Vestefália. Trata-se de uma cidade que vale perfeitamente uma visita.
    Gostaria também de chamar a tenção para outra cidade – Hamburgo. Trata-se de uma cidade ainda maior (a maior depois de Berlim), mas nem sempre aparece nos roteiros turísticos. É a cidade com mais pontes no mundo dentro do perímetro urbano e, acreditem, vale muito uma visita.

    Responder
  10. Alba Trede

    Oi Daniel!
    Quero ir pra Alemanha em julho/18, assistir corrida de moto GP em Sachsenring, próximo de Chemnitz. Como adoei suas dicas de Dusseldorf, preciso perguntar se fica perto. Pq ai poderia descer no aeroporto dai, passar uns dias e depois ir para Sachsenring.
    O que acha?
    E vc acha interessante visitar Leipzig?
    Agradeço!
    Abraço,
    Alba Trede

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Que legal, Alba! Parece um baita passeio! Sachsenring fica em Hohenstein-Ernstthal, bem próxima de Dresden e Leipzig, mas longe de Dusseldorf (mais de 500 km). Como trens e aviões facilitam o transporte, indicaria uma visita à Dusseldorf se tiver dias suficientes.

      Leipzig e Dresden valem muito a visita! Escrevemos sobre as principais atrações de Leipzig no Viagem 0800 há um tempo. Espero que goste!

      Responder
      • Alba Trede

        Oi Daniel, obrigada pelo retorno!!!

        Adorei as dicas!!! Então, assim que fechar a viagem e finalizar meu roteiro, vou te pedir novas dicas, ok?!

        Obgda e um gde abç,

        Alba Trede

        Responder
  11. Roberio Souto

    Excelentes dicas. Programando viagem para Portugal/França/Bélgica, vou aproveitar para conhecer Düsseldorf, já que fica bem próximo de Bruxelas.

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Muito feliz em saber que você se convenceu sobre Dusseldorf! Não vai se decepcionar, Roberio! Abs

      Responder
  12. Antonio Vianna

    queremos ir de modo mais barato possivel de aviao… Vc sabe o caminho das pedras?

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Oi, Antonio. Tudo bem?
      Que bom que estão querendo conhecer Düsseldorf, moramos por aqui e é muito bonita mesmo!
      A minha dica seria não se prender em procurar algum voo direto pra Alemanha, pois TAM e Lufthansa são bem carinhas. Quase sempre existem melhores condições com a Tap, Iberia, KLM e Air France.

      Responder
  13. Louro

    Excelente roteiro. Gostei muito!

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. O que fazer em Düsseldorf, na Alemanha? » Segredos de Viagem - […] e também pela Ratinger Strasse, que fica lotada as quartas-feiras (dica dos nossos amigos do Viagem 0800), e onde…
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.