Experiência de wine tasting em Rüdesheim, Alemanha

Por Daniel Courtouke

Jornalista formado e jogador de futebol frustrado, Daniel Courtouke dá seus pitacos e dicas no Viagem 0800 sobre as viagens que fez. Como bom pão duro que é, procura sempre mostrar os atalhos mais econômicos das viagens que faz.

O verde e amarelo da paisagem cai bem nesta época do ano, em que o cinza do céu domina a maior parte dos dias na Alemanha. Se as cores do outono já embelezam qualquer parque de grandes cidades do país, não era de se esperar menos das folhas dos parreirais de Rüdesheim e região, no Vale do Rio Reno, que é a casa de várias vinícolas produtoras do famoso Riesling, o carro-chefe dos vinhos alemães.

Além de exportar em larga escala para os EUA e alguns países asiáticos, as vinícolas recebem milhares de turistas durante o ano – principalmente no verão. Ali, além de rodadas de wine tasting e caminhadas pelos parreirais dos produtores, não se pode deixar de conhecer uma das áreas mais românticas da região, o Mittelrheintal – o Vale do Reno médio.

Passeios de barco ou cruzeiros pelo rio Reno estão disponíveis aos montes e praticamente toda cidade que beira o rio naquela altura produz vinho e oferece atrações turísticas de encher os olhos.

barco no rio reno alemanha

No nosso caso, saímos de Colônia até parar em Rüdesheim e fizemos uma trilha que cruzou o centro da cidade e rumou morro acima, nos embrenhando entre as parreiras e chegando no Schloss Vollrad depois de bons 12 km.

O castelo do vinho

castelo vollrads, na alemanha, que leva o nome da vinícol visitada

O Schloss Vollrads nada mais é do que um castelo que abriga uma das maiores produtoras de vinho da região (que leva o mesmo nome do castelo).

Pronto, tava ali o pacote completo que a região pode oferecer: castelo, belas vistas e vinho pra dar com o pé.

Nosso passeio por lá rolou no final de outubro, quando as últimas uvas tinham sido colhidas há pouco mais de uma semana. Ao todo, a Schloss Vollrads possui 80 hectares de uva Riesling dedicados a produzir vinhos brancos, em sua maioria, dos secos aos doces.

Pra emendar na viagem:

A vinícola só planta uvas da mesma variedade sob a nobre filosofia de que um bom Riesling faz qualquer um feliz. Com base nisso, fez muito sentido aceitar a missão de fazer um tour de prova de vinho e a agradecer que teríamos um ônibus nos esperando ali ao final pra nos levar ao barco, já que uma caminhada dessas depois de algumas taças se fazia complicada.

Wine tasting no Schloss Vollrads

sala de jantar dentro do schloss vollrads, onde fizemos a prova de vinhos

Visitamos a vinícola em um grupo grande que fazia parte de uma viagem da empresa. Fomos divididos em três sub-grupos e em cada parada provávamos um tipo de vinho diferente.

Mais da Alemanha e vinho:

Ao todo, experimentamos três variações: Seco, Doce e o que eles chamam de Feinherb na Alemanha – Feinherb equivale a Haltrocken (meio-seco, em tradução livre), mas o pessoal optou por seguir com esse nome mais refinado porque “meio-seco” não vendia bem.

A visita em si já valeu a pena, mesmo para quem não bebe vinho. Cada tipo de vinho vinha acompanhado de uma explicação de um enólogo da casa em um cômodo diferente do castelo, como uma sacada com vista para o jardim ou uma antiga sala de jantar.

Uma curiosidade interessante que o nosso guia nos contou é que hoje, apesar de cientificamente comprovado que os vinhos de rosca preservam o sabor do vinho melhor do que as rolhas, muitos clientes reclamam da mudança para roscas por presumirem uma qualidade pior de um vinho com aparência mais “barata”.

De maneira geral, a região vinícola de Rheingau merece ser visitada por qualquer turista, mesmo que não seja tão chegado em vinho, já que só as paisagens já valem a viagem e muitas fotos. Aliás, a regiao bem que poderia estar no nosso top 10 de lugares pra conhecer na Alemanha!

O Schloss Vollrads, em especial, desfruta de uma paisagem sem igual. A propriedade está cravada no meio de parrerais que se perdem de vista, fazendo a visita ainda mais memorável. Vale a viagem!

Você Também Pode Se Interessar Por:

0 comentários
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.