Vaticano: em quanto tempo dá pra ver tudo?

Por Daniel Courtouke

Jornalista formado e jogador de futebol frustrado, Daniel Courtouke dá seus pitacos e dicas no Viagem 0800 sobre as viagens que fez. Como bom pão duro que é, procura sempre mostrar os atalhos mais econômicos das viagens que faz.

Pra responder essa pergunta, precisaríamos primeiro saber o tamanho do seu interesse na religião e na história do Vaticano, o menor país do mundo (reconhecido somente em parte pela ONU, diga-se de passagem) em termos de território.

Mesmo assim, eu diria que um dia ou até um dia e meio já é mais do que suficiente para conhecer a mini-cidade que existe dentro de Roma.

Pra cruzar o Vaticano de um lado ao outro, pra cima e pra baixo, são só 1000 metros em uma direção e pouco mais de 800 na outra. Os habitantes também são poucos: o Papa e mais uns 800, sem brincadeira.

Mapa do Vaticano

Mapa do Vaticano

Bom, chegando por lá, o primeiro lugar pra conferir é a Praça São Pedro, local que abriga aquela multidão toda que fica esperando a tal da fumaça branca que anuncia “Habemus Papam (Temos um Papa)” e que também é de onde o Papa reza algumas missas.

Praça São Pedro - Foto: Fernanda Giotto Serpa

Praça São Pedro – Foto: Fernanda Giotto Serpa

Os alinhamentos perfeitos da rua e dos prédios que levam à praça fazem um corredor enorme que desemboca no obelisco central, que possui 40 metros de altura e fica um pouco à frente da Basílica de São Pedro, que deve ser a sua segunda parada.

A cúpula da basílica pode ser vista de várias partes de Roma e dão a dimensão do tamanho do prédio, que abriga até 60 mil pessoas. Inacreditável! Lá dentro, está uma das esculturas mais famosas de Michelangelo, a Pietá – que representa Jesus morto nos braços de sua mãe. A escultura data de 1499. Nos anos 70 a imagem foi atacada e desde então, há um vidro que separa o público da obra.

Pietá, de Michelangelo - Foto: Fernanda Giotto Serpa

Pietá, de Michelangelo – Foto: Fernanda Giotto Serpa

Vários Papas estão enterrados na basílica em si. Também já foi comprovado que Pedro está sepultado no local.

O terceiro ponto de parada no Vaticano seria a Capela Sistina, cujo teto foi pintado por Michelangelo e é onde está a famosíssima imagem da “Criação de Adão” – uma pintura gigante em que Deus chega quase a tocar no dedo de Adão. Ah, lá também é a residência papal.

Interior da Basílica de São Pedro - Foto: Fernanda Giotto Serpa

Interior da Basílica de São Pedro – Foto: Fernanda Giotto Serpa

Como cobrar entrada em igreja não é muito bem visto por aí, a Capela Sistina fica dentro do Museu do Vaticano – este sim cobra pelo ingresso. O museu é recheado de esculturas e pinturas que valem a visita, sem falar que a Capela é um ícone em termos artísticos e históricos. Para evitar filas na entrada, é possível comprar os bilhetes (página em inglês) online com antecedência.

Você Também Pode Se Interessar Por:

0 comentários
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.