Como visitar a Cala Varques, uma das praias mais bonitas de Maiorca

Por Daniel Courtouke

Jornalista formado e jogador de futebol frustrado, Daniel Courtouke dá seus pitacos e dicas no Viagem 0800 sobre as viagens que fez. Como bom pão duro que é, procura sempre mostrar os atalhos mais econômicos das viagens que faz.

Uma dica da seguidora do Viagem 0800 Fernanda Franco e diversas fotos bonitas no Google e no Instagram foram suficientes para nos convencer a visitar a Cala Varques, uma das praias mais lindas da Ilha de Maiorca, na Espanha, em um sábado ensolarado de outubro.

Munidos de uma esteira de praia, um bom livro e uma câmera, pegamos a chave do carro e levamos os amigos por diante. Saímos de Palma de Maiorca ainda pela manhã.

Os inesperados 2 km caminhando

Após um pouco mais de 1h de viagem, entramos à direita em uma estrada de chão como indicava o GPS. Depois de uns bons 200 metros pulando feito cowboy em rodeio naquela estrada de terra (mal) batida, tivemos que parar porque um cidadão de colete laranja nos mandava voltar.

Desci do carro e quando perguntei o problema em um portunhol más o menos, o rapaz me explicou que a estrada acabava logo adiante e que estacionar por ali era proibido.

Manobramos e voltamos à estrada principal, onde, 200 metros adiante, havia um estacionamento.


Mais de Maiorca:


Pagamos os 2 euros pela diária em um estacionamento que na real era uma simples beira de estrada vigiada por uma mulher de colete.

Na volta, sacamos que o esquema deles era mesmo fazer um troco com turistas mal informados como a gente, já não havia ninguém cuidando dos carros por ali.

caminho na estrada de asfalto para a cala varques, na espanha

A saga para chegar ao paraíso proibido chamado Cala Varques começou ali.

Caminhamos então os 200 metros no asfalto até chegar a estrada de chão e mais 1 km por ali até nos depararmos com um portão trancado mas semi-aberto que dizia claramente: propriedade privada, não entre.

O caminho proibido

Como o mapa nos mostrava que estávamos próximos da praia e que não havia nenhum caminho alternativo, demos uma de joão sem braço e entramos no terreno alheio com a esperança de que os donos não fossem caçadores de animais.

Mais 1 km nos embrenhando pelo mato – e ali ficamos na dúvida sobre o caminho estar certo ou não em alguns momentos – e começamos a escutar o barulho do mar.

Quando a mata começou a se abrir e a areia a se misturar com a terra, já estava mais aliviado e certo de que sobreviveríamos ao caçador invisível. De repente, uma paisagem como essa aparece na nossa frente:

Vista do alto da Cala Varques

Um grupo de hippies tocando violão pelados nos fez pensar por um momento que a praia era de nudismo, mas logo depois mais e mais gente foi chegando, no mesmo ritmo em que o calor do sol ia se acentuando.

Por ser isolada, a praia não tem lá tanta estrutura, só existe um bar de madeira que vende algumas bebidas e sanduíches.

O lindo caminho até o arco de pedra

arco de pedra em maiorca, na cala varques

Uma das fotos que foi essencial pra gente decidir pela Cala Varques era de um arco de pedra sobre o mar, mais ou menos como o que existia em Malta, mas em menor escala.

Para chegar lá, adivinhe? Mais caminhada. Dessa vez, em uma trilha morro acima na encosta do mar.

Após uma boa pernada, passamos por uma mini-caverna, utilizada para escalada, e chegamos no lindo arco.

A mini-caverna sobre a água

Apesar de muito menor que a Azurre Window de Malta, impressiona pela paisagem ao redor.

A Tati, corajosa que é, fez questão de caminhar até o topo do arco, enquanto eu fiquei de boa no meu cantinho e longe de qualquer penhasco.

Resumo em um minuto

Pra quem é

Não é pra quem vai passar poucos dias na ilha, pois é uma viagem e tanto: são 1h15 de carro saindo de Palma, seguido de uma caminhada até que longa em terreno irregular.

Eu recomendaria visitar o lugar se você tiver pelo menos mais do que dois dias inteiros por lá, porque esse é um passeio que demanda quase um dia inteiro.

Além disso, a praia não tem infraestrutura alguma, há apenas um bar improvisado que vende baguetes e bebidas caso a fome aperte.

Portanto, é um bom lugar pra ir se você estiver procurando por um dia de contato com a natureza.

Como ir

Carro é a maneira mais eficiente, já que a praia fica bem ao leste de Palma, já no município de Manacor.

Viagem 0800 recomenda?

Ô se recomenda! E ah.. aquela pessoinha de braços abertos ali é a Tati.

Definitivamente! É uma das praias mais bonitas de lá, independente do perrengue pra chegar. 🙂

Mais da Espanha:

Ilhas Canárias: o que fazer em Gran Canária

 

Você Também Pode Se Interessar Por:

3 Comentários
  1. Avatar

    Oi Daniel!

    Sensacional este post! Adorei muito!
    Estou programando meu roteiro para Mallorca e quero muito incluir Cala Varques, mas fiquei um pouco receosa quando li que vocês andaram por muito tempo em uma propriedade privada, no que pareceu ser um lugar proibido para meros mortais e ainda por cima sendo uma mata. Como vou sozinha para Mallorca, fiquei receosa se não seria perigoso para mim este caminho. O que você acha?
    Minha outra dúvida é quanto ao meu roteiro completo dessa viagem: tenho apenas 2,5 dias na ilha e pensei em fazer da seguinte maneira:

    dia 1 (chego em Mallorca às 10h)
    dúvida entre visitar Soller (e Port de Soller) ou Cap Formentor (gostaria muito, mas acredito que não dá pra fazer os dois no mesmo dia, pq só vou estar livre mesmo a partir de umas 12h, o que reduz meu tempo pra passeios nesse dia) – o que você me indica?

    dia 2
    Arquipelago de Cabrera (barco sai às 9:15 e retorna às 12:14) e Cala Varques

    dia 3
    Cala Llombards
    Cala des Moro
    Cala s’Almunia
    Cala s’Amarador
    Cala Mondragó
    Cala Figuera

    Você mudaria alguma coisa no roteiro?

    Responder
    • Daniel Courtouke

      Marcella, acho que principalmente no verão dá pra ir tranquilo, sempre tem bastante gente e apesar de ser um caminho pela mata, é meio que intuitivo para chegar lá, segue o barulho das ondas e também o mini caminho de terra que já se criou pelo movimento constante das pessoas que passam ali.

      Sobre o dia 1: Cap de Formentor vale mais pela vista 🙂
      Dia 2: perfeito! Cabrera é linda também. Tenta ir na Cueva Azul.
      Dia 3: se você quiser aproveitar a praia por mais tempo, reduziria o número de praias.

      Boa viagem, espero que aproveite muito!

      Responder
  2. Avatar

    Olá Daniel.

    Irei para Mallorca no início de junho e estou usando muito os posts de vcs sobre a ilha para fazer meu roteiro. Mas são tantas praias lindas, que ainda não consegui fechá-lo hahaha
    Ocorreram imprevistos com as minhas companheiras de viagem e o trecho de Maiorca vou fazer, a princípio, sozinha. Vc acha que é perigoso fazer o passeio à Cala Varques sozinha? Vi que vcs caminharam por muito tempo em lugares que não tinha praticamente ninguém.

    Desde já agradeço e parabéns pelo blog!!

    Responder
Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.