Rota na Europa para apaixonados por cerveja

Foto: Augustiner Keller

Paisagens lindas e passeios de trem beirando rios, vinhedos e diversos rótulos de renome fizeram da Europa um dos destinos mais badalados para quem gosta de vinho. Nos últimos anos, porém, principalmente com o crescimento do interesse do turista brasileiro pela Alemanha e República Tcheca, diversos passeios para amantes de cerveja ganharam muita popularidade.

Hoje, já existem diversas rotas de cerveja em alguns países, o boom das fábricas artesanais continua trazendo novas marcas e sabores para o público e novas experiências para quem gosta muito de cerveja inovam no jeito de apreciar a bebida mais popular do mundo.

vista do rio reno a partir de uma escadaria em Dusseldorf, alemanha. COntra o sol está uma mão segurando uma cerveja

Como para bom bebedor um copo só não basta, o Viagem 0800 resolveu mostrar nesse post alguns passeios inusitados pra quem gosta de unir turismo com cerveja.

Quem sabe algum deles não entra em sua próxima rota pela Europa?

Competição de consumo de cerveja

Berlim – Alemanha

O The Pub é um dos bares mais legais de Berlim pois possui um sistema genial em que você mesmo pode servir a sua própria cerveja.

Isso acontece porque cada mesa tem uma conexão direta com os barris do bar no subsolo.

bar the pub berlim
Foto: The Pub

Basicamente funciona assim: cada pessoa escolhe um número diferente e o insere num painel eletrônico antes de começar a servir.

Isso faz com que cada um saiba exatamente o quanto bebeu – e o quanto deve pagar.

Além de permitir uma pequena competição entre amigos, o que deixa o bar um atrativo turístico imperdível é o fato de que cada mesa compete com as demais mesas do bar e também com as mesas de outros The Pub na República Tcheca, Eslováquia, Romênia e Áustria.

Um telão no meio do bar mostra como estão os resultados em tempo real.

Não tente ganhar do pessoal na República Tcheca, fica a dica. 🙂

O The Pub Berlim fica em um ponto turístico bem conhecido, a Alexanderplatz.

Faça um safári de cerveja 

Dusseldorf – Alemanha 

safari de cerveja dusseldorf cerveja alt em primeiro plano com o bar em segundo plano

A ideia de um Safári de cerveja segue um pouco a linha do Pub Crawl: você visita diferentes cervejarias e pode degustar os sabores em cada uma delas.

Em Dusseldorf, uma empresa criou o Altbier Safari, que leva os visitantes para conhecer 5 cervejarias no centro histórico da cidade e provar o forte sabor das cervejas Alt, ou antigas.

fuchsen cervejaria alemanha

As cervejas Alt são produzidas à moda antiga e têm um sabor um pouco mais amargo e uma cor um pouco mais escura.

Por conta do modo como são fabricadas, essas cervejas não duram muito – a validade máxima varia de seis a oito semanas – e é isso que deixa a experiência tão especial, pois não é possível encontrar Altbier fora de Dusseldorf e seus arredores.

Curtiu a ideia? Aqui a gente explica em detalhes como funciona o Safári de Cerveja.

Visite um jardim de cerveja e a Oktoberfest

Munique – Alemanha

Pra ser sincero, quase toda cidade alemã promove sua própria Oktoberfest e tem algum Biergarten (Jardim da Cerveja).

Portanto, você pode ter essa experiência em diversos lugares do país, mas é realmente em Munique que você vai encontrar a experiência mais tradicional.

Os Biergärten, apesar da tradução literal indicar isso, em nada se parecem com jardins. Basicamente é uma cervejaria ao ar livre, repleta de mesas compridas e bancos para acomodar o maior número possível de pessoas.

bier garten augustiner keller canecos
Foto: Augustiner Keller

Principalmente no verão, são lugares que ficam cheios de segunda a sábado (muitos estabelecimentos não abrem no domingo na Alemanha).

O que saber antes de ir pra Alemanha

Em Munique, o Biergarten mais antigo e tradicional é o da Augustiner Keller que, na nossa opinião, serve a melhor cerveja da Alemanha, a Augustiner.

Oktoberfest

rota cerveja oktoberfest tenda
Tenda lotada na nossa última ida, em 2012

Desculpe o clichê, mas não dá pra falar em uma rota de cerveja sem escapar da Oktoberfest.

A experiência de estar em uma Oktoberfest é inesquecível – ou deveria, se você não tiver bebido tanto.

Como falei de início, existem diversas versões da festa na Alemanha toda, sempre ao redor dos meses de setembro e outubro.

Caso você não consiga ir à Munique, vale a pena conhecer outras versões também.

rota cerveja oktoberfest tati
A Tati devidamente trajada

A Oktoberfest da capital da Baviera, no entanto, é absurdamente maior do que a que vimos em qualquer outro lugar.

Tendas gigantescas, uma ala que mais parece um parque de diversões e canecos de cerveja de tamanhos antes nunca vistos ajudam a entender a dimensão dessa festa para o país.

Baviera: conheça também o castelo da Cinderela

Conheça uma fábrica por dentro

Irlanda – Holanda

barris de cerveja guinness storehouse

Visitar uma fábrica de cerveja não é somente sobre cerveja. Atualmente, esses passeios viraram grandes atrações turísticas e de entretenimento.

Ou seja: não são interessantes somente pra quem gosta e entende de cerveja.

A Guinness Storehouse, em Dublin (Irlanda), é simplesmente a atração mais popular do país e recebe mais de um milhão de visitantes por ano.

O tour pela Guinness é bem informativo, repleto de curiosidades sobre o processo de fabricação da cerveja, marketing da empresa e também de história.

Cerveja Guinness na Guinness Storehouse
Ao final da visita na Guinness o turista pode escolher entre uma pint (meio litro) ou ganhar um certificado de servidor oficial de cerveja.

Por exemplo: você sabia que quando fundou a Guinness, o criador da cerveja – Arthur Guinness – arrendou o terreno por 9 mil anos?

O contrato está lá exposto, como prova do otimismo do empreendedor.

Conheça Galway: a cidade para aproveitar os bares na Irlanda

rota cerveja heineken experience amsterda portugues

Outra visita bem popular e a Heineken Experience, em Amsterdã.

O tour, que pode ser feito em português, conta a história da cerveja, passa pelos barris de armazenamento, ensina como servir chopp e ainda tem um momento esportivo, numa ala só sobre os esportes que a marca patrocina – tem até uma chuteira do Kaká que ele usou em um jogo da Champions League.

rota cerveja heineken experience amsterda

Ao fazer o passeio os turistas bebem dois copos de cerveja e ainda degustam uma outra. Além disso, também é possível criar seu próprio rótulo e gravar seu nome na sua Heineken.

Mais da Holanda: conheça Nijmegen, a cidade mais antiga do país

Visite museus de cerveja

Bélgica

rota cerveja gante belgica

A Bélgica não tem tanto renome como a Alemanha como o país da cerveja mas, quando se fala no país, chocolate e cerveja boa são as primeiras coisas a passar pela nossa cabeça, né?

Por ser tão pequeno tanto em tamanho quanto em população, o país belga é um grande fabricante de cervejas.

Apesar de produzir apenas 1% do volume global da bebida, o país produz 10 vezes mais per capita do que a média global.

A loucura pela cerveja é tanta que, no período e um ano, existe quase um festival de cerveja por semana.

Que tal estar em 3 países ao mesmo tempo? A Bélgica é um deles!

Tamanha paixão não está somente retratada nos milhões de litros produzidos por ano e na diversidade de sabores, mas também em diversos museus!

rota cerveja gante belgica blond

Só na região de Flandres existem diversos museus, incluindo um inteiramente dedicado ao Lúpulo: o Hop Museum, em Poperinge. É lá que está a provável explicação para a qualidade da cerveja belga.

Os belgas passaram por uma grande mudança no cultivo de lúpulo do século 19 para cá. Em 1880, por exemplo, haviam mais de 4 mil hectares de lúpulo plantados por lá.

Atualmente, são apenas 32. A mudança drástica ocorreu porque hoje o foco está na qualidade do lúpulo, com poucas variedades e cultivo quase que artesanal em vez de industrial.

Motivos para se apaixonar por Bruges

Em muitos museus também é possível conhecer o processo de fabricação e degustar alguns sabores, como a Timmermans – eleita recentemente a melhor cerveja amarga do mundo.

Relaxe em um Spa de cerveja

Praga – República Tcheca

metamorphis spa cerveja praga
Foto: Beer Spa

A República Tcheca é a responsável pela existência da cerveja Pilsen, que deriva do mesmo nome da cidade que inventou uma nova maneira de produzir cerveja na Segunda Revolução Industrial.

Hoje em dia, algumas cervejas Tchecas são consideradas as melhores do mundo e estão no páreo com rótulos alemães e belgas para ver qual país é o Top of Mind da cerveja.

Praga além da cerveja: motivos para não deixar para depois

A loucura por cerveja lá é tanta que existem até Spas de Cerveja, em que você pode não só beber sua cerveja predileta como também fazer tratamentos à base da bebida.

Segundo o pessoal do Beer Spa, de Praga, a alta concentração de óleo de lúpulo na banheira, por exemplo, ajuda a fechar os poros.

Além disso, o banho é rico em vitamina B e a levedura é um bom ingrediente para rejuvenescer a pele.

O mais doido disso tudo é que o cliente pode abrir uma torneira na banheira e servir chopp para si mesmo de forma ilimitada. E aí, você encara?

Viajar barato:

Empresas para economizar na passagem dentro da Europa

Economize na escolha do hotel

Dicas para economizar na viagem

Se você já esteve na Oktoberfest, já visitou alguma fábrica de cerveja ou participou de qualquer uma das atividades acima, deixe o seu comentário, queremos saber o que você recomenda, o que mais gostou!

rota cerveja europa viagem

Espero que esse post tenha contribuído com boas ideias para inspirar a sua próxima viagem e, se você está no Pinterest, pode dar um Pin na imagem acima pra ajudar esse artigo chegar em mais pessoas.

Foto de capa: Augustiner Keller

6 COMENTÁRIOS

  1. Ja tem varios “tours” pra eu colocar no meu Bucket list:
    _ Ainda nao fiz o Bier Safari em DUS 🙁
    – Pilsen
    – Belgica
    – Guiness

    Muito bom o post!!! abssss

  2. Atualmente, temos medo de viajar e seremos surpreendidos pelos refugiados. É muito assustador.

    • Maria, os refugiados são pessoas deixando seus países em uma situação de conflito, para poder viver em paz. O avião da Germanwings foi derrubado por um alemão, os conflitos em Charlottesville foram causados por radicais americanos e por aí vai. Se o mundo está mais inseguro para viajar ou viver, eu não sei, mas os refugiados não são o problema.

  3. Caraaaaaaaaca!
    Tô embarcando já! Hahaha
    Como não fomos no The Pub em Berlim????
    Que vontade de visitar a Guiness…sou apaixonada por essa cerveja!
    Adorei a matéria!!! 😍😍😍

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui